Texto: O sucesso de um fracasso

7.3.16

Adivinha só quem voltou pra escrever sobre mais um fracasso? Exato, acertou quem disse que sou eu. Mais uma vez o querido aqui resolveu se entregar pra um coração que se dizia apaixonado, e olha que eu com toda minha intensidade consegui aguentar bem dessa vez o abandono. Não sei bem o que acontece comigo, devo ser uma esteira em velocidade máxima, por que as coisas acontecem com uma velocidade assustadora na minha vida, um dia estou apaixonado, sorrindo no metrô, e no outro já estou voltando pra casa com a marca daquela aliança no dedo e as lágrimas me escorrendo pelo rosto.

Dessa vez fui chutado com mais um pedido de desculpa, mais uma desculpa em que  eu sou o bom demais, em que a pessoa não sabe se aguenta tudo isso, que eu sou bom demais pra passar o meu tempo ao lado do ser que escolhi pra mim. Vamos lá, seja honesto comigo, por que com você não vai conseguir ser mesmo. Diga a verdade, assume que não me quer, assume que não te agrado, eu entenderei, pode acreditar, eu entenderia.

Mas se a postura que resolve assumir é a da vítima da história eu não me importo em ficar com o papel do vilão, com o papel do veneno letal , o papel que me oferece de bom grado. Se não posso te ter, eu me satisfarei em me ter, em ter tudo isso aqui. Sabe porque? Eu aguento, e se não aguentasse eu estaria disposto a tentar.

Estou voltando pra casa, estou indo embora, estou deixando você pra trás, sei que amanhã não terei o seu “Bom Dia”, não terei o seu abraço, e não terei nem ao menos o seu olhar afetuoso, mas pode acreditar, eu terei a minha sempre companheira memória, e eu me certificarei de guardar cada um daqueles seus sorrisos que me deixavam bobo, cada um daqueles seus botões recheados de amor, e cada momento em que evitava me olhar nos olhos.

Estou bem, mas não fiquei. Estou feliz, mas não estive. Você me ajudou a ficar mais forte, e hoje tenho força o suficiente pra escrever pra você sem que nem ao menos os meus olhos se atrevam a marejar, as lágrimas não fazem mais parte do meu dia a dia, e o meu desejo de ir atrás de você não me completa mais. Estou feliz por ter tido você um dia, e estou mais feliz ainda por não ter que dividir mais com você o meu amor, ou melhor, estou feliz de não ter que correr atrás de você pra te oferecer ele.

Pode parecer demais, pra você, ou pode parecer até mesmo absurdo, eu sei, mas eu sou isso tudo mesmo, sou 8 ou 80, sou uma bomba, sou intenso, sou rápido, sou grande demais. Entendo por que não aguentou, eu agora sei que isso tudo aqui não é pra qualquer um. Seja feliz, ou não, na verdade eu não me importo mais, eu só ganhei no fim das contas, a única coisa que admito ter perdido, foi a oportunidade de mostrar pra você que algumas pessoas ainda valem a pena de se conhecer nesse caos absoluto que é a vida.


Talvez goste disso

1 Comentários

  1. Em lances de amor fracassados, sou mestre nisso, não sei pq a pessoa fala que quer se no fundo nao quer, só causa mais e mais frustrações, minha vida são cheias delas..

    Beijinhos =*
    http://www.eraoutravez.com

    ResponderExcluir

Google+