Texto: Soustício de Inverno

16.11.15

Como a vida é uma montanha russa desgraçada não é mesmo? Quando você menos espera ela te lança num “looping” absurdo que te traz aquela quantidade de sentimentos que você não espera. Tem aquela náusea de merda, aquela sensação de alivio quando você pensa que acabou, e ai vem mais um giro do nada.

Em alguns momentos estamos em linha reta e ai vem mais um giro, depois mais meio metro de calma e felicidade e então, olha o “looping” ai de novo. É estranho como acontece tantas coisas na nossa vida e simplesmente não conseguimos enxergar, ou simplesmente por puro egoísmo e ambição dizemos sempre “Nossa, esse ano já está acabando e eu não fiz nada.” Como assim não fez nada? E aquele aniversário que você fez esse ano? E a balada que foi com a sua amiga? E aquele dia em que você riu tanto que a barriga chegou a doer? Isso não conta como coisas incríveis que aconteceram esse ano?

Está na hora de abrir os olhos e então começar a enxergar as coisas “pequenas” que fazem os seus dias melhores, aquele “bom dia” de um desconhecido, aquele “obrigado” da senhora que você cedeu o lugar no metrô. Essas coisas que mudam o mundo, então por que elas também não podem mudar o seu dia, o mês, e ate mesmo o seu ano? Pare um pouco e analise essa ultima semana, foram muitas coisas não?

Seja grato, seja grato por não ter ficado doente, e se ficou, fique grato por ter conseguido se curar. Aprenda a agradecer por cada coisa que pode parecer pequena por que você ainda a tem, no momento em que perde-la isso fara grande diferença na sua vida, então deixe que seja diferente agora, no momento bom. Seja grato, pela mudança que aconteceu na sua vida, e pelas pessoas maravilhosas que você conheceu.


Está na hora de pedir pelo novo ano, mas também de agradecer pelo ano que acabou, pedir que o novo ano seja muito melhor, e agradecer o ano incrível que esse conseguiu ser com seus “pequenos” acontecimentos que o fizeram tão especial. Aprenda a meditar sobre isso, aprenda a agradecer sobre tudo, você vai ver como as coisas podem ser cada vez melhores. 


Talvez goste disso

0 Comentários

Google+