Texto: Eu, e minha mania de colecionar incertezas!

21.11.14

Sobre o fato de você não se importar comigo, honestamente não faz diferença. Engraçado como o destino maltrata a gente, e coloca tão perto as pessoas que queremos mais distantes, mas obrigado por me lembrar que eu sou forte, todas as vezes que você passa por mim, e eu resisto a te agarrar. 

Mentira, faz diferença, mas eu preciso enganar o meu ego, como se fosse eu que não quisesse uma vida inteira ao seu lado. Você não olha pra mim, e não vou ficar me arrastando aos seus pés. Vou continuar fingindo ser indiferente, pois e isso que me diferencia das outras, eu sei o meu lugar no mundo, sei a pessoa maravilhosa que eu sou, e o mais importante, eu sei o meu valor. 

Sabe quem perde com esse joguinho inútil? Nós dois. Mas o mais incrível é que você perde mais que eu. Perde a chance de ser feliz, de ter alguém que realmente gosta de você , que trocaria qualquer coisa para estar ao seu lado, e que te mostraria o quanto você é importante pro mundo. Mas você é tão imaturo quanto eu, aí fudeu tudo! 

Além do mais você também já teve o coração machucado. Então porque não dar uma chance de concertarmos juntos? Eu também sofri, quis morrer, e me senti usada, mas eu estou qui na sua frente disposta a esquecer tudo isso, afinal que culpa você tem das coisas não terem dado certo pra mim antes? Que culpa eu tenho das coisas terem dado errado pra você agora? É sério que você vai se apegar a isso? 

Eu sou assustadora, eu sei! Mas é que a falta de fé do mundo no amor me incomoda. Eu não sei como alguém pode desacreditar no combustível da vida, só porque deu errado uma vez. Errou? Tenta de novo. Uma, duas, trinta vezes se precisar. Até que seu coração encontre paz. Não tem sentido uma vida sem amor, assim como não tem sentido eu estar do seu lado e não te ter.

Talvez goste disso

0 Comentários

Google+