Enfim, ai vai a minha lista TOP 3 de livros.

27.4.14

ALOHA, eu tava dando um jeitinho no meu quarto (por que terei novidades em breve pra contar pra vocês) estava olhando os livros e resolvi fazer um post com os 3 livros que eu mais amo na vida. É um pouco difícil escolher 3 mas eu consegui.

Eu amo ler, mas não sou muito do tipo que fica relendo os livros, eu acho que as histórias não tem a mesma intensidade na segunda vez, mesmo que na segunda vez a gente pode prestar atenção em alguns detalhes que passaram meio que despercebidos.

O primeiro com toda certeza é Coração de Tinta, escritora alemã Cornelia Funke. Eu peguei esse livro na biblioteca do meu colégio enquanto eu estava no ensino médio, e fiquei apaixonado pela história eu meio que devorei ele com uma intensidade que eu mesmo me assustei. Ele não é um livro dos pequenos não, tem uma boa quantidade de paginas, mas é um livro mágico. Conta a história de um homem que mora com a filha chamada Meggie, ele é um pai solteiro, sua filha o chama de Mo. O Mo tem um certo “poder” ele consegue trazer para a vida real personagens de histórias que lê em voz alta, e esse poder lhe dá um apelido que é “Língua Encantada”.


Em uma noite Mo está lendo uma história com a sua mulher para a pequena Meggie, quando algo mágico acontece, mas claro que também acontece uma coisa um pouco trágica. Passam-se alguns anos e Mo para de ler histórias em voz alta até que reencontra um personagem da historia em leu naquela noite, e tudo vira uma grande aventura, Mo e Meggie embarcam em uma história surpreendente e nos leva junto.
Um livro encantador repleto de mistério, aventura e muita magia. O livro é o primeiro de uma trilogia, que eu ainda não li, mas já estou louco pra continuar essa história.

Em 2008 “Coração de Tinta” ganhou uma adaptação para o cinema, que eu não achei tão bom quanto o livro (como sempre) eu não aconselho que vejam o filme, procurem o livro e se preparem para uma história incrivelmente surpreendente.


O segundo livro é “A Cidade do Sol” do escritor e médico afegão Khaled Hosseini é o aclamado autor de Caçador de Pipas, sucesso de público e de crítica, adaptado também para as telas dos cinemas, produzido por Sam Mendes e dirigido por Marc Forster. A Cidade do Sol parece destinada a trilhar os mesmos caminhos na conquista dos leitores e dos críticos.


Esse livro é incrivelmente emocionante muito surpreendente. O livro trata da historia de duas mulheres aparentemente muito diferente, graças à uma guerra que se abate sobre o Afeganistão, que é quando a história é contada daí você já sente a pressão do negócio. Bom, uma das personagens se chama Mariam e ela tem 33 anos. Ela tem uma mãe um pouco louca no inicio do livro, e seu pai não a aceita porque ela nasceu de um relacionamento extraconjugal. Mas tem muita coisa por trás de todo esse relacionamento.

A outra personagem principal é Laila, ela tem vinte anos a menos que Mariam, mas sua trajetória também sofre uma profunda transformação e lhe reserva reviravoltas nada promissoras. Aos 14 anos, ela é educada pelo pai, um professor liberal, já que a mãe sofre com uma profunda depressão. Ela frequenta a escola, é inteligente, tem muitos planos para o futuro, que não incluem um matrimônio, nem filhos.

Muitas coisas acontecem e você fica ali o tempo inteiro torcendo pra que dê tudo certo, bate até um desespero em muitos momentos do livro. Se você está procurando uma leitura animada e cheia de reviravoltas esse com certeza é o livro certo pra você.


Vamos ao terceiro livro. Esse se chama “A Papisa Joana” um livro impressionante e surpreendente com toda certeza.

A história de Joana é um mistério, ainda não se sabe se é só uma lenda ou se é real. A história se passa em um período em que as mulheres eram tratadas como lixo, não podiam estudar, nem trabalhar e só serviam para se casar e ter filhos, para cuidar da casa, do marido e dos filhos.
Mas Joana desde sempre mostrou-se muito interessada pelos estudos e sempre foi muito inteligente e foi essa inteligência que trouxe a ela os melhores e os piores momentos de sua vida.

Como sempre a mulher não podia ocupar cargos de poder na igreja ou qualquer outro cargo, e sabe o que Joana conseguiu? Isso mesmo, ela se tornou a melhor e maior santidade da igreja, mas é claro que isso tudo só foi possível por ela ter guardado um segredo muito bem, segredo esse que ela levou até o dia de sua morte. Temos personagens maravilhosos, e o livro é de uma delicadeza e um suspense maravilhoso. Esse é um dos únicos livros no mundo que eu ainda pretendo ler novamente.


Bom, é isso ai. Temos aqui o TOP 3 de livros favoritos. Conta pra mim se você já leu algum desses livros e o que achou. Me indiquem livros também.

Talvez goste disso

0 Comentários

Google+