Texto: Mãe, eu te amo.

21.4.14

Eu me lembro bem dos momentos mais tristes da minha vida. Me lembro do dia em que perdi a pessoa mais importante do mundo e da maneira mais trágica que se pode imaginar. Lembranças como essas são as que me acompanham todos os dias na hora em que acordo e na hora em que vou para a cama no final do dia.Com os dias se passando e as experiências de vida se tornando cada vez mais comuns eu então fui aprendendo a sorrir e a disfarçar a dor, fui aprendendo a guardar a dor e controla-la, fui aprendendo a deixar que as coisas boas me transformassem em alguém melhor para o mundo.

Sempre tentei não ser egoísta e pensar tanto nos outros que a minha própria felicidade e satisfação passaram a ser os últimos itens da minha lista de prioridades. Nunca tive problemas em falar sobre o dia em que comecei a entender que o mundo não é algo justo e que a vida não se importava muito se eu era feliz sozinho ou não.

Eu cansei de ouvir tantas vezes “Seja Forte, você é maravilhoso e muito inteligente, vai superar tudo isso”, e quer saber? Eu não superei, e nunca vou superar. Essa dor me acompanha e eu não posso fazer nada para mudar, afinal de contas a morte não tem volta e nem solução.

Nós nunca estamos preparados para perder nada, e muito menos alguém, e pode ter certeza, quando essa pessoa em questão é aquela que te deu a vida, é aquela que te fez nascer essa perde se torna então algo insubstituível. Sabe aquela pessoa que detesta chorar na frente dos outros e que prefere não demonstrar fraqueza? Prazer, essa pessoa sou eu. Mas tem vezes que o incomodo é tanto que você não aguenta e precisa falar com alguém, e nesse momento eu não tenho com quem falar, então estou falando com você querido leitor. Estou abrindo meu coração e te entregando meu ponto mais fraco de presente.

Só preciso falar o quanto um abraço é importante, e o quando um sorriso de mãe faz falta. Meu sonho maior na vida não tem nada a ver com a equipe de publicidade da VOGUE ou o apartamento em Manhattan, eu só sonhava de verdade em ver a minha mãe sentada ali na primeira fila da minha cerimonia de formatura, ou segurando a minha mão naquela consulta com o dentista. Só queria ela me dizendo nos dias frios que eu não podia tomar sorvete, que eu sou lindo mesmo eu não sendo. Um abraço de bom dia e um beijo de boa noite, que ela me contasse histórias na hora de dormir, e que me deixasse dormir com ela nos dias em que eu estivesse apavorado com medo do monstro que se esconde no meu armário.

Como é ruim você não ter escolha, como é ruim você saber que momentos assim não existiram e nunca serão possíveis por que a sua mãe foi retirada de você, que ela simplesmente não vai voltar mais e que você nunca a verá dizer o quanto está orgulhosa pela pessoa que você está se tornando e nunca poder dizer que acredita no quanto você ira crescer e no quão lindo será a sua vida.

Mãe, dessa vez falo diretamente a você. Eu te amo, e você é sempre será a pessoa mais importante da minha vida e que eu sinto muito por não poder te abraçar pra poder sussurrar tudo isso no seu ouvido e não poder agradecer por ser minha mãe. Mas saiba que te amo e que nada ira tirar isso de mim.


Um Beijo, do seu filho que te ama!


Talvez goste disso

0 Comentários

Google+